domingo, 14 de janeiro de 2018

O Orçamento


Olá meus amigos, neste post eu quero tratar com mais detalhes o meu orçamento. Especificar os meus gastos, fazer uma previsão de quanto gasto mensalmente em cada item. Isso é de fundamental importância para o meu planejamento financeiro e para sair da situação de endividamento crônico no qual me meti.

A ideia de criar esse blog foi muito boa, pois tenho recebido importantes dicas e feedbacks dos amigos da Finansfera, que estão sendo de muita utilidade para mim. Todas as sugestões estão sendo consideradas e o espaço de comentários nos posts está sendo muito valioso nesse sentido.

A princípio, fiz uma projeção dos meus gastos mensais conforme apurei em minhas faturas de cartões de crédito e no histórico que tenho dessas despesas, sei que poderão ocorrer diferenças de gastos e isso será corrigido no decorrer da jornada. O mais importante é que eu fiz uma projeção de orçamento, com limites e lastreada na realidade. Procurei, nesse primeiro mês, não apertar muito o cinto.

Eu sei que muitos pregam um tratamento de choque para quem está em uma situação como a que estou no momento, mas pelo meu perfil eu sei que mudanças drásticas podem colocar tudo a perder. O meu lema é paciência e constância. Estou disposto a ficar um tempo maior para conseguir a almejada vitória e sei do preço a pagar por isso, assim como sei que de nada adianta um tratamento rigoroso que fique pelo caminho nos primeiros meses. Então vamos ao que interessa.


O ORÇAMENTO


Depois de ler o excelente artigo sobre orçamento no blog  Viagem Lenta , eu salvei a planilha lá disponibilizada, e assim pude fazer o meu primeiro orçamento mensal, que no momento é apenas uma expectativa do que eu irei gastar dentro de um mês.

Como venho comentando aqui em diversas oportunidades, a minha despesa mensal realmente é muita alta, e disso eu tenho plena consciência, como também tenho consciência que para sair das dívidas eu vou precisar gerar sobras de caixa todos os meses, a sagrada regra de ouro das finanças pessoais: gastar menos do que ganho. Sem isso, nenhum projeto, nenhum plano, por mais bem elaborado que seja, vai sair do campo das possibilidades.


Então nesse primeiro momento eu procurei fazer uma estimativa das minhas despesas tal qual elas se encontram hoje. No decorrer da viagem irei fazendo os ajustes e reduzindo onde dá pra reduzir. Como sei que se trata e uma viagem longa, paciência é a palavra chave. Então segue ele, o meu orçamento:

Orçamento Mensal
Receita Mensal
R$ 5.532,63
Moradia
R$ 500,00
Diarista
R$ 500,00
Mensalidade escolar
R$ 450,00
Despesas fixas
R$ 1.450,00
Utilidades moradia
R$ 420,00
Comunicação
R$ 105,00
Transporte
R$ 450,00
Consumo moradia
R$ 1.200,00
Planos de Saúde
R$ 630,40
Farmácia
R$ 100,00
Lazer
R$ 100,00
Previdência Crianças
R$ 158,05
Roupas e acessórios
Seguro Vida e Carro
Manutenção Geral
R$ 180,00
Taxas bancárias
R$ 26,00
Diversos
Despesas variáveis
R$ 3.369,45
Total despesas
R$ 4.819,45
Resultado Mensal
R$ 713,18

Reação do  Ministro ao ver que o meu orçamento está positivo

Abaixo comentarei de forma breve cada item da planilha:

Receita Mensal


A minha receita mensal é composta basicamente pelo meu salário. No momento, é a única fonte de renda da família AVJ. A sra. AVJ empreendeu há alguns meses em um negócio que está dando certo, mas por ora não fez nenhuma retirada de lucros.

Como já relatei em outro post, sou servidor público e tenho uma renda estável. Atualmente o valor líquido do meu contracheque está por volta de 6.800 k (incluído dois auxílios creches e ajuda para pagamento de plano de saúde). Como tenho três empréstimos consignados, o que recebo efetivamente é por volta de 5.530 k. As receitas podem ter pequenas variações positivas a título de alguns serviços e outras pequenas fontes de renda do AVJ.

DESPESAS FIXAS


Nessa seção se encontram aquelas despesas que inevitavelmente vão ocorrer todo mês, nesse caso: aluguel, diarista e mensalidade escolar de dois filhos. Então nessa categoria eu tenho um gasto de 1450 K, sem margem para diminuição.

DESPESAS VARIÁVEIS


As outras despesas estão elencadas como despesas variáveis, são todos os outros itens que demandam dinheiro. Veja que essa lista está longa e bem recheada, consumido uma boa parte da receita mensal. Elas estão divididas nos seguintes subitens:

·         Utilidades Moradia: água, água mineral, energia elétrica, internet, netflix, gás e etc.

·         Comunicação: plano de telefones celulares.

·         Transporte: Gasolina, ônibus, pedágio, estacionamento.

·         Consumo Moradia: itens comprados em supermercado e feira livre.

·         Plano de saúde: plano de saúde básico para a família AVJ.

·         Farmácia

·         Lazer

·         Previdência Crianças aqueles planos com aportes mensais.

·         Seguro de vida e Carro

·         Roupas e Acessórios

·         Manutenção Geral Cabeleireiro, lavar carro, academia, etc.

·         Taxas bancárias

Nesse primeiro momento, algumas despesas como roupas e seguros ainda não foram lançadas, pois a ideia inicial é estabelecer um orçamento para um mês típico em que não iram aparecer essas despesas, mas caso elas venham a ser consumadas serão oportunamente lançadas.

Esse passo inicial foi só para se ter uma ideia de como andam as minha despesas, e pasmem, pois sobrou apenas 713 k livres. Ou seja, estão consumindo boa parte das minhas receitas.

A ideia então é avaliar na prática, no dia – a – dia, como vão se comportar as minhas finanças, através da análise do meu orçamento. Nesse sentido, a minha meta inicial  nesses primeiros meses é monitorar todas as despesas, de forma que elas não sejam maiores que as receitas, e logicamente já ir ajustando e estudando de onde eu posso reduzir mais para melhorar o balanço final. Pode parecer pouco para quem estar engajado em sair das dívidas, mas devo frisar que nem me lembro a última vez que gastei menos do que ganhei, portanto só esse feito já será comemorado como uma vitória.

É isso aí meus amigos, devagar é que se vai longe. Lembrando que dicas, sugestões e feedbacks são sempre bem-vindos. Um forte abraço a todos.


10 comentários:

  1. Fala, AVJ.

    Muito bom, fazer um levantamento das despesas é fundamental. Seus gastos não são altos, considerando que tem dois filhos.

    Você optou por fazer os ajustes mais pontualmente e o compreendo, entretanto eu dispensaria a diarista e colocaria a mão na massa, juntamente com a esposa.

    Eu sou superavitário em 40% e não tenho despesa com isso. Eu mesmo limpo a casa, lavo e passo minha roupa, com o único intento de aportar. Se eu tivesse dívida então, eu iria oferecer meus serviços pros vizinhos pra pular desse barco o mais rápido possível.

    Talvez seja o caso de rever isso, hein. De toda forma, desejo sucesso na empreitada, boa semana!

    ResponderExcluir
  2. C.I.

    Mais uma vez obrigado pelo comentário e pelas dicas.

    Estou avaliando essa possibilidade que você levantou, embora seja muito difícil a curto prazo, pois eu e minha esposa trabalhamos fora, ela trabalha até aos sábados e as crianças exigem muito do nosso tempo. Mas de qualquer forma, nada está descartado e qualquer ação que leve a uma melhora nas finanças vão ser consideradas em nosso planejamento.

    Um forte abraço e boa semana pra você também.

    ResponderExcluir
  3. É isso aí colega, começou bem, planejando o orçamento. Agora não esquece do fluxo de caixa, que é contar exatamente tudo que gasta, pra saber se está indo de acordo com o orçamento planejado. Isso é mais do que essencial.

    Quanto a diarista, estou com o CI, não temos aqui em casa. E mesmo quando a senhora Diário trabalhava todo dia, até fins de semana, não pagavamos ninguém pra limpar. As vezes ficava bastante bagunçado? Ficava, mas devido a tantas dívidas, era algo impensável. Mas de qualquer forma, faz como você disse, devagar.

    Sucesso na caminhada amigo, estamos na torcida!

    Abraços e fica com Deus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí D. P !

      Estou anotando todos os gastos através de um app no smartfone e passando para a planilha de fluxo de caixa. A ideia nesses primeiros meses é coletar o máximo de informações fidedignas sobre as minhas despesas.

      Quanto à diarista, estamos analisando a possibilidade de dispensar esse serviço.

      Muito obrigado pelas dicas e pelo incentivo !

      Abraços.

      Excluir
  4. Um item que cortaria sem pestanejar é a previdência das crianças, se bobear deve ter um troco que juntou, pegava esse dinheiro e abateria algum empréstimo.
    Tem ideia de quanto tem nessa previdência?

    ResponderExcluir
  5. Falido,

    Nessa previdência está também embutido um seguro de vida para as crianças receberem, caso algo aconteça comigo. Estive consultando o saldo e realmente tem um bom dinheiro lá. O problema é a alta taxa de carregamento para resgate antes do prazo, sem contar que minha esposa é totalmente contra abrir mãos desse "investimento". Mas de qualquer forma, eu vou consultar o contrato para saber extamente em quanto fica a taxa de carregamento. Como tenho reiterado nos comentários, nenhuma sugestão que eu tenho recebido aqui está descartada. Estou em um período de avaliação de tudo, monitorando o comportamento das minhas finanças. A partir disso a família AVJ vai se reunir para decidir onde recaíram os cortes e o que deverá ser vendido. O que eu não irei admitir em hipotese alguma continuar gastando mais do que ganho.Esse é o primeiro compromisso.

    Abraços meu amigo e obrigado pela dica.

    ResponderExcluir
  6. Então cara, um passo crucial pra sua jornada dar certo e a conscientização da sua parceira, se ela não entrar no jogo tu ta lascado.
    Tenha uma conversa franca com ela, foi o que fiz com a minha, mostre a ela que 1,00 economizados hoje serão 2,00 pra gastar no futuro. Mande artigos sobre economia pra ela no whatsapp, compre o livro casais inteligentes enriquecem juntos.
    Pense direito na previdência, bem melhor deixar uma educação financeira sadia pros seus filhos do que juntar uma grana que vc não tem no momento pra virar pó quando eles colocarem a mão nela.

    ResponderExcluir
  7. Pois é Falido,

    Você tem toda razão. Se eu não conseguir o compromentimento dela também, dificilmente vamos sair dessa situação. Estou fazendo extamente o que você sugeriu, conversando com ela, tentando mostrar a realidade da vida e que precisamos conter as despesas e tals. Acredito que não vou ter problemas nessa área, pois ela é uma pessoa consciente, mas como qualquer um, pode ter um pouco de resistência no início.

    Estou pensando melhor na questão da previdência das crianças e é possível sim que eu acate a sua sugestão.

    Obrigado mais uma vez pelos comentários !

    ResponderExcluir
  8. Grande AVJ.
    Fez muito bem detalhando todos os gastos. Acho que tudo está no caminho certo. Acredito que quando sua esposa puder realizar retiradas do empreendimento vai poder dividir algumas coisas com você e você poderá economizar mais. Boa jornada meu camarada...

    ResponderExcluir
  9. Olá ISN!

    Realmente meu amigo, isso é algo que estou contando para uma melhora futura nas finanças. O empreendimento começou em Novembro/17 e está dando muito certo, acredito que a partir de junho ou julho/ 18 já possa entrar alguma coisa para ajudar no orçamento. Qualquer valor será muito bem-vindo.

    Abraços !

    ResponderExcluir

Obrigado pelo comentário. Em breve responderei.

Fechamento Abril/2019

Bem meus amigos, aqui estou mais atrasado que Rubinho Barrichelo para   mais um fechamento.   Pode até não ser do interesse de ningué...